7 DICAS PARA SER EFETIVADO APÓS O EMPREGO TEMPORÁRIO


Trabalho temporário no fim de ano

Cerca de 73 mil pessoas devem ser contratadas para as festas de fim de ano. Este número representa uma alta de 10% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram geradas 66,7 mil vagas temporárias de emprego. A estimativa foi divulgada nesta quarta-feira (27), no Rio de Janeiro, pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Quando estamos fazendo a seleção em busca destes talentos, uma das perguntas que mais é feita pelos candidatos é se a vaga é para emprego temporário.

A minha resposta sempre é a mesma: depende. Isto mesmo, depende mais do candidato que da empresa. Se uma loja está contratando 03 temporários, isto pode significar que em janeiro ela deverá dispensar 03 colaboradores. Mas quem disse que ela deverá dispensar justamente aqueles que foram contratados para as festas de fim de ano? Imagine que um temporário esteja vendendo mais e melhor que um vendedor já veterano na loja. Será que o dono da loja terá como critério o tempo de serviço e irá preferir dispensar o recém-chegado vendedor de sucesso?

 

Assista ao vídeo com o resumo das dicas:

 

Agora imagine que todos tiveram um excelente resultado, veteranos e temporários e que em janeiro a loja realmente tenha que desligar os 03 temporários contratados. Quando o gerente da loja precisar contratar novamente, para cobrir férias, repor alguém que tenha se demitido ou pelo movimento da loja que cresceu, será mais fácil fazer todo o processo de seleção novamente ou chamar aqueles que o gerente já conheceu e gostou?

Então, está muito mais nas mãos dos profissionais que da loja ou do gerente a efetivação pós fim de ano.

Para ajudar com dicas importantes quem quer continuar trabalhando em 2018, vou deixar algumas dicas fundamentais a qualquer profissional.

  1. ATITUDE É O MELHOR CURRÍCULO: as lojas até utilizarão seu currículo na seleção. Aqueles que têm experiência devem ser os vendedores ou caixas mais disputados no mercado. Mas a experiência que você TEM, os cursos que já fez ou o fato de não precisar de vale-transporte, nada disto terá importância se você não conseguir SER o que a loja precisa. Sua energia, motivação, o quanto você gosta, quer e está disposto a fazer aquilo a que se propôs. Por isto, prefira assumir funções temporárias que você realmente irá gostar de exercer.

 

  1. ENTRE NO CLIMA: perceba o mais rápido possível a cultura da loja, como os donos da loja se comportam, o que eles pensam, aonde querem chegar e como fazem isto, como são as pessoas da equipe, o perfil daquelas que têm o melhor resultado e estão há mais tempo na empresa. Conheça e cumpra as regras.

 

  1. NÃO TENHA PRESSA: na hora de ir embora não tenha pressa. Você está sendo contratado para começar a trabalhar em um dos períodos mais importantes para a loja. Nesta época o gerente conta 201% com cada pessoa da equipe. Não é hora de perguntar se pode ir embora mais cedo para pegar o ônibus. Você já sabia o horário antes de assumir o compromisso, portanto dê seu jeito. Em média, são apenas 10 dias em que a loja terá horários especiais. É um esforço extra de pouco mais de duas semanas para garantir um resultado profissional para você em seus próximos 10 anos na loja.

 

  1. TENHA PRESSA: chegue cedo! Não seja o último a chegar. Aproveite o início da sua jornada de trabalho, que geralmente será em períodos mais tranquilos do movimento da loja, para percorrer o salão de vendas, fazer ligações, cuidar da maquiagem e trocar informações e feedbacks com a equipe. Chegar atrasado ou sempre em cima da hora poderá te trazer dificuldades na adaptação. Tenha pressa também para resolver os problemas do seu cliente. Tenha pressa para voltar para as vendas. Tenha pressa para agilizar o caixa, os embrulhos e para buscar o produto no estoque.

 

  1. SE INTERESSE: não fique de braços cruzados esperando o próximo cliente. Revire as prateleiras e araras para aprender onde está cada produto, abra-os para conhecer melhor o que você tem para oferecer. Pergunte aos caixas sobre as formas de pagamento. Converse com os veteranos sobre como fazem para ter sucesso. Pergunte, aprenda e faça. Tenha iniciativas! Mostre que tem interesse em ficar na loja. Fale com o seu gerente, com o dono da loja, com todo mundo que você tem vontade de continuar e precisa de ajuda. Pergunte o que você pode melhorar ou qual resultado precisa alcançar para ficar.

 

  1. VISUAL E POSTURA: você terá pouco tempo para passar sua melhor boa impressão. Portanto, invista na sua aparência e postura. Sua embalagem será muito importante na construção da sua imagem. Cuide dos uniformes, cabelos e higiene pessoal. São muitas horas trabalhando em pé, use calçados confortáveis, lembrando que conforto não é sinônimo de coisa velha ou desleixo. Jamais use calça legging, rasteirinhas, decotes ousados ou aqueles tênis multicoloridos. Pense em uma pessoa de sucesso, você, talvez, não a tenha visto encostada, sentada ou de braços cruzados.

 

  1. SAIBA OUVIR: você receberá feedbacks. Parabéns, é a sua chance de melhorar naquilo que for preciso. Você ouvirá desabafos e insultos de clientes. Parabéns, você terá a oportunidade de encantá-los resolvendo os problemas que eles precisam. Quem está no atendimento ao cliente precisa aprender a engolir sapos. Quem não engole sapo morre engasgado.

 

O que você achou desta dica?Comente! Ela foi enviada por:

Thiago Oliveira - Palestrante

Sobre

O formato editorial do Varejo Ativo é desenvolvido para auxiliar profissionais a se inspirarem e descomplicarem o dia-a-dia em seus negócios.

E-mail: contato@varejoativo.com.br
Varejo Ativo · 2016-2017 © Todos os direitos reservados.